As 3 Peneiras de Sócrates

Diz a lenda que um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que tinha algo importante para contar a respeito de uma terceira pessoa. Sócrates lia um livro. Calmamente ergueu seus olhos e perguntou ao rapaz:

– O que você vai me contar já passou pelas três peneiras?

– Três peneiras? Como assim? Que peneiras?

– A 1ª peneira é a VERDADE. O que você quer contar sobre essa pessoa é um fato? Você tem absoluta certeza ou apenas ouviu falar? Caso tenha ouvido falar, a 1ª peneira está vazada e a história deve encerrar-se neste exato momento.

O rapaz, contudo, não se intimidou com a 1ª peneira e insistiu:

– Mas e se a história for verdadeira?

Sócrates, com toda sua serenidade, continuou:

– Se a história for verdadeira deve passar pela 2ª peneira: a BONDADE. O que você quer contar é algo bom? Ajuda a construir ou destruir outra pessoa? Caso ajude a destruir, a 2ª peneira está vazada e a história deve encerrar-se imediatamente.

O rapaz permaneceu calado, mas sua expressão demonstrava ainda certa incompreensão com as peneiras. Sócrates percebeu a hesitação do jovem e continuou:

– Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deve passar pela 3ª peneira: a NECESSIDADE. É realmente necessário contar? Resolve algo? Ajuda de alguma forma à pessoa em questão ou nossa sociedade?

Para finalizar, Sócrates ainda disse:

– Se passar pelas três peneiras, conte! Todos nós seremos beneficiados – eu, você e a pessoa. Caso contrário, esqueça e enterre a história. Teremos uma fofoca a menos a envenenar nosso ambiente e gerar discórdia entre pessoas de bem.

lifetrace

VIEW ALL POSTS

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Receba nossas novidades em seu e-mail.